10 de novembro de 2009


"...porque hoje, particularmente hoje, há palavras
que me faltam e apenas uma vontade que me
excede: dormir um sono. Profundo. Até que
tudo tenha passado..."

Um comentário:

Débora disse...

Tatita!
eu amo seu blog...
=)